Revista Mandala
Foto: Julie Fletcher | Reprodução

5 imagens reais do espaço que vão fazer você repensar sua existência

Quem sou eu? Para onde eu vou? Prepare-se para uma expedição interna através do universo em movimento.

Compartilhar

Você sabia que tem pelo menos um planeta em nossa galáxia cuja superfície é inteiramente coberta por diamantes? Além disso, estamos em constante e infinita expansão. Para onde vamos? Onde estamos? Como é possível que uma colher de sopa de estrelas nêutrons pese um bilhão de toneladas?

Existe muita coisa no espaço, e elas instigam nossas percepções. Como nos baseamos quase sempre em sensos comuns humanos (do que é belo e do que é grande, por exemplo), a criatividade do universo nos surpreende e, de certa forma, nos posiciona.

Mas nós não somos o centro. Pelo contrário, somos plateia de um espetáculo muito maior que nossas noções dimensionais. Confira abaixo 5 imagens que vão te ajudar a entender isso:

1. Registro da Via Láctea formando uma espiral no céu da Austrália:

Foto: Dr. Christian Sasse | Reprodução (Twitter)
Foto: Dr. Christian Sasse | Reprodução (Twitter)

2. Planeta Terra visto pela Voyager 1, sonda lançada em 1977 para explorar as fronteiras do Sistema Solar:

Terra fotografada pela Voyager 1 | Reprodução
Terra fotografada pela Voyager 1 | Reprodução

3. A Nebulosa de Carina, uma das maiores nebulosas difusas já encontradas:

28085032534036
Foto: Terry Robison (2015) | Reprodução

4. Via Láctea, tempestade e oceano na fotografia de Julie Fletcher:

Foto: Julie Fletcher | Reprodução
Foto: Julie Fletcher | Reprodução

5. Registro de parte do Monte Olimpo, em Marte, que é três vezes maior que o nosso Everest e o maior do Sistema Solar:

Foto: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum) | Reprodução
Foto: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum) | Reprodução

Lembrando que o nosso Sistema Solar possui 441 satélites conhecidos, mais de 3 mil cometas e quase 1 milhão de asteróides. A massa do nosso sol é 333.000 vezes a da Terra, e o seu volume corresponde à soma de 1.400.000 planetas como o nosso.

Ainda assim, Antares, um astro localizado na constelação Coração do Escorpião, é 300 vezes maior que o sol que conhecemos. Já Betelgeuse, na constelação de Orion, é 3 vezes maior que Antares.

Sem falar em VY Canis Majoris, uma estrela hipergigante vermelha localizada na constelação de Canis Major e uma das maiores já conhecidas, com um raio de 988.300.000 km (1.420 vezes maior que o raio do nosso sol).

E isso tudo ainda parece muito pouco perto do que há além.

Edmar Borges

Jornalista latino-americano sem dinheiro no banco nem parentes importantes, ilustrador vindo do interior de Minas Gerais. Acredita que um dia a tecnologia e a espiritualidade vão ter uma linda prole. Você também me encontra em omxxnamashivaya.tumblr.com

Comentar

Assine nossa news!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.