Revista Mandala

A atenção plena ajuda a respirar mesmo quando o ar acaba

É difícil recuperar o fôlego, mas a ansiedade e o pânico só tomam o controle quando você não está prestando atenção.

Compartilhar

miniEste artigo é um texto de Benjamin Foley, escrito originalmente para a plataforma Personal Growth, no Medium. Você pode acessar o texto em inglês aqui.

A respiração é a unidade fundamental do risco, o átomo da coragem interior que nos leva à vida autêntica.

— Mark Nepo

Enquanto lê isso, você está respirando… Pare por um momento e perceba. No espaço entre uma inspiração e outras, ouça o que seu coração tem a lhe dizer.

Na Tailândia, a palavra para respirar é hai jai, que significa, em português, “dar o seu coração“. Eu amo isso. Isso me lembra que respirar, simplesmente estar consciente dessa respiração, é dar o seu coração ao mundo.

Sua respiração está sempre com você. Desde o momento que você nasce até o momento em que você morre, você respira. A respiração é um ritmo fundamental da vida. O refluxo e fluxo de matéria e energia em seu corpo. Sem respiração, a vida cessa.

fashion-1819604_1280Lenta ou rápida, profunda ou superficial, notadamente ou não, a respiração continua indo, dia e noite, ano após ano, através de todas as experiências e estágios da vida que você percorre. Pode até não estar sendo notada, mas só até algo acontecer para você ser obrigado a tomar consciência, mesmo que por um segundo, do enorme poder de sua respiração.

Quando foi a última vez que você notou sua respiração? Quanto tempo faz desde que você sentiu o fluxo suave e a saída do ar que traz a vida?

Vocês que procuram o que é a vida na morte agora encontram o ar que uma vez foi respiração.

— Barão Brooke Fulke Greville

Respirar é um presente

Estar consciente de sua respiração é a maneira mais fácil de cultivar a atenção plena.

pexels-photo-347897No entanto, diante da ansiedade ou da opressão, a respiração pode tornar-se difícil. Você começa a respirar mais rápido e mais rápido, mais superficial e menos profundamente, até implodir no medo de sufocar por falta de ar. Isso cria ainda mais medo e perpetua o ciclo, fazendo com que você se encha de vapor dentro de si e seja forçado a extravasá-lo, muitas vezes, na forma de pânico.

Quando o medo e a ansiedade te agarram, o reflexo é segurar e acelerar. Este desejo de acelerar muitas vezes vem no momento em que você deve abrandar. Respirando profundamente com o estômago, você contraria o medo do pânico com o poder da sua respiração e quebra a onda forte e violenta de emoção que se aproxima com a maré.

Eu costumava ter medo da minha respiração porque eu pensei que não podia controlá-la. Isso era algo que o pânico me fazia pensar. Algo que eu jamais poderia usar para algo útil como conduzir um pensamento ou uma emoção.

pexels-photo-235468E foi prestando atenção ao meu fôlego que eu reaprendi a viver. Como desenvolver, como Wayne Muller disse de Mark Nepo, um entusiasmo apaixonado por conseguir coletar toda a essência dos momentos, tudo o que reside nos ossos do tempo.

A maioria dos momentos mais preciosos da vida são simples atos de segurar o fôlego. Um único riso. Uma troca de votos. Uma flor. Um beijo. Uma respiração profunda.

Quando você vivencia e se dedica a esses momentos de consciência, abre as portas para a profundidade da vida, trazendo nutrição e deleite para os espaços vazios.

Como respirar quando você fica sem ar

Quando você está ansioso e sobrecarregado, respire. Ao tomar fôlego, você se rende e aceita o que é.

flight-mountains-sky-flyingSe você está preocupado com algo no futuro, preso a algo no passado, respire. Isso te trará de volta para o presente.

Se você estiver se movendo muito rápido e sentir que perdeu o controle, respire. Isso vai te lembrar de se acalmar e desfrutar dos momentos simples da vida.

Respire e esteja presente, pois esse momento é tudo o que você jamais terá. O futuro nunca virá. O passado é apenas uma lembrança. O presente é tudo o que existe. Lembre-se disso e experimente este momento, pois é fugaz e não deve ser desperdiçado.

Da próxima vez que você estiver se sentindo estressado, ansioso, irritado e um pouco perdido, respire fundo. Afaste sua mente dos seus pensamentos e preocupações, deixe-os se situarem entre o vai-e-vem do seu abdômen. Não tente mudar sua respiração, apenas ponha sua consciência nela.

Dentro de alguns segundos, sua mente se esquecerá, aceitará que assim está bem e, ao perceber que você está pensando novamente, basta mover sua consciência de volta para o movimento no seu estômago.

Então observe esse momento: nesse momento tudo está bem. Esse momento é completo.

Seus medos, suas preocupações e suas ansiedades vão voltar e você não pode fazer nada sobre isso, assim como as nuvens escorregam para perto quando uma tempestade se aproxima. Mas, como o céu azul além das nuvens, compreenda que a paz está sempre lá para você experimentar quando estiver aqui.

pexels-photo (5)Retorne à respiração da mesma forma como você é capaz de dar-se conta do que existe ao seu redor, os cheiros, os sons, a sensação do seu peso sobre a cadeira. Neste momento, você está aqui.

Como o estrondo das ondas, seu medo e o momento se movem para frente e para trás, com você pendurado no meio. Você escolhe a respiração por um momento, e nesse momento… Você não está mais pendurado.

Você é livre.

Há apenas a respiração, o corpo e tudo o que está ao seu redor. Agora.

Edmar Borges

Um latino-americano sem dinheiro no banco nem parentes importantes, graduando em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto e vindo do interior de Minas Gerais. Você também me encontra no Obvious Lounge e no Medium Brasil.

Comentar

Cadastre-se

Assine nossa news!



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.