Revista Mandala

O que uma mandala pode fazer por você?

Além de belas, elas são utilizadas por psicólogos, terapeutas e psiquiatras para proporcionar acessos psíquicos que promovem autoconhecimento e bem-estar.

Compartilhar

Por Virgínia Ferndandes – Psicanalistavirgiia

Não é possível precisar exatamente quando surgiram os Mandalas (os círculos). Contudo, ao longo da história, eles estão presentes em diversas culturas. Contemplar uma mandala em uma meditação é uma prática amplamente conhecida na cultura oriental.

Porém, no mundo ocidental, Carl Gustav Jung foi um dos precursores do uso de mandalas como um instrumento terapêutico. Foi justamente o contato com esse instrumento que o levou a uma maior compreensão tanto do inconsciente coletivo quanto do processo de individuação, inerente a todo ser humano.

A harmonização entre consciente e inconsciente se expressa por meio de símbolos.

Segundo Jung, a psique é constituída de duas metades, compostas essencialmente daquilo que nos é consciente e daquilo que nós é inconsciente. Estas deveriam formar um todo mais ou menos harmônico, pois ambos são aspectos da vida. Porém, a consciência tende a banir aquilo que não aceita como seu de forma a reprimi-lo, criando muitos conflitos.

mandala-1808239_1280O percurso de desenvolvimento produzido por esses conflitos (processo de individuação) pode ser melhor compreendido por sua simbologia. Desta forma, Jung percebeu que a harmonização entre consciente e inconsciente se expressa por meio de símbolos, emergindo desta união novos estados de consciência.

Com base na descoberta de Jung, muitos terapeutas têm utilizado essa ferramenta para acessar conteúdos inconscientes de seus pacientes. Psicanalistas, psicólogos, arteterapeutas, terapeutas holísticos, tarólogos, reikianos, pedagogos, terapeutas ocupacionais e outros profissionais da área da saúde e da educação têm utilizado este recurso, algumas vezes aliado a outras técnicas terapêuticas.

A simplicidade da técnica, aliada aos excelentes resultados alcançados, pode oferecer um caminho seguro para resolver conflitos psíquicos que de outra forma não estariam acessíveis à consciência. Professores da rede pública têm utilizado com sucesso a técnica, propiciando, entre outros efeitos, melhor aprendizado, diminuição dos conflitos interpessoais, cooperação e melhoria na disciplina dos estudantes. Estes reflexos são sentidos também pelos pais e pela comunidade escolar.

mandala-1757304_1280Outros profissionais utilizam a técnica com mandalas terapêuticas como forma de elaboração dos trabalhos desenvolvidos, tanto individualmente quanto em grupos, buscando propiciar um melhor ordenamento psíquico e bem-estar.

Conheça os benefícios

Entre os muitos benefícios provenientes da utilização desta técnica, podemos destacar:

  • Elevação da autoestima e autoconfiança;
  • Desenvolvimento da capacidade de se expressar sobre angústias, mágoas, medos, lutos, entre outros;
  • Conciliação entre aspectos opostos da personalidade e integração de partes da psique;
  • Restabelecimento da harmonia interna;
  • Fortalecimento do ego;
  • Auxílio no atendimento infantil, quando a criança não consegue verbalizar o que está sentindo;
  • Autoconhecimento e equilíbrio interior.

Colaborador

Comentar

Assine nossa news!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.