Revista Mandala

O suplemento de colágeno realmente pode transformar minha pele?

Você deve ter ouvido falar desse novo produto natural de beleza. Mas do que se trata e quais seus reais efeitos na pele?

Compartilhar

Artigo de Gretchen Lidicker, editora-associada de saúde do site Mind Body Green, onde ela publicou originalmente seu texto em inglês. Na série de artigos Modern Medicine, ela avalia tendências de bem-estar.

Você deve ter notado que um novo tipo de produto natural de saúde e beleza chegou em cena. Ele vem na forma de um pó branco, mas não é proteína em pó nem uma L-Glutamina – é colágeno. E embora o colágeno venha sendo usado em cremes e soros para promover a elasticidade da pele e combater as rugas, agora estamos vendo ele colocar diretamente em smoothies e muitas pessoas – incluindo alguns famosos yogis e corredores – juro por ele.

E para muitos de nós, que estamos em busca da maneira mais natural de olhar para a nossa saúde, ter o colágeno como aliado é algo definitivamente interessante. Mas isso realmente funciona? Será que ainda faz algum sentido tomar colágeno oralmente? Bem, fizemos uma pesquisa e consultamos alguns dos nossos principais especialistas em saúde integrativa, em cuidados com a pele e também dermatologistas para responder às suas perguntas mais intrigantes sobre o colágeno.

pexels-photo-112327O que é o colágeno e como ele é produzido?

O colágeno é de uma família de proteínas fibrosas que são, de fato, as proteínas mais abundantes no reino animal. Existem pelo menos 16 tipos diferentes e cada um ajuda a formar a estrutura da nossa pele, dos ossos, da cartilagem e dos músculos. O colágeno é produzido pelo nosso corpo ao longo de nossas vidas com a finalidade de proporcionar a elasticidade dos tecidos e ajudá-los a suportar os alongamentos (em outras palavras: mantém a pele jovem e flexível).

O que acontece com a nossa pele com a idade?

As duas camadas principais que compõem a pele são a epiderme e a derme. A derme contém fibroblastos, que são células que produzem elastina e colágeno. Para que a pele funcione normalmente e pareça jovem, a estrutura da camada dérmica deve ser mantida, mas à medida que envelhecemos a estrutura sofre porque os fibroblastos envelhecidos produzem menos colágeno. Isso resulta em sinais visíveis de envelhecimento, que são geralmente mais proeminentes no rosto.

Qual o efeito do colágeno na minha pele?

Nosso corpo produz colágeno ao longo da vida, mas a produção diminui com o passar dos anos. Sendo assim, a teoria é que os produtos de colágeno – e agora o colágeno em pó, ingerido oralmente – ajudarão a sustentar a produção natural do corpo. A Dr. Taz Bhatia, médico integrativa e especialista em saúde do Mind Body Green, inclusive toma suplemento de colágeno e adora: “Ele melhora a força do cabelo e das unhas e pode parar o enrugamento da pele ao proporcionar um dos ingredientes básicos para que ela permaneça firme e forte”.

De acordo com Rob Maru – nutricionista holístico, inovador em produtos naturais e especialista em colágeno – produtos à base de colágeno (especificamente os que têm ingredientes aprovados por estudos clínicos em humanos) são recomendados para:

  • Combater o envelhecimento da pele
  • Melhorar na hidratação da pele
  • Reduzir significativamente as rugas e linhas faciais
  • Reduzir a profundidade das rugas dos olhos
  • Melhorar a elasticidade da pele
  • Aumentar a quantidade de colágeno na derme

Dr. William Cole, especialista em medicina funcional e instrutor de classe do MGB, tem vários pacientes que estão tomando suplementos de colágeno e dizendo que percebem sua pele tornando-se mais brilhante, as unhas tornando-se mais fortes, os cabelos mais luminosos e muitas vezes experimentam redução de dores nas articulações! E se você achou estranho esse último benefício, lembre-se que o colágeno é encontrado no tecido conjuntivo do corpo todo, não só na pele. A Dra. Bhatia enfatiza que o colágeno é benéfico pela sua capacidade de melhorar a saúde óssea e estabilizar o microbioma do corpo, promovendo também um intestino mais saudável.

sunburn-2117350_1280E enquanto tudo isso parece ótimo (e talvez até um pouco demais para ser verdade), muitos de nós querem conhecer melhor o funcionamento do colágeno e o que a ciência diz sobre ele.

Então, o que as pesquisas dizem sobre o colágeno?

A resposta mais popular a esta pergunta é que as pesquisas dizem que o colágeno é realmente muito bom – o que explica, possivelmente, sua atual fama na comunidade de bem-estar. Segundo o Dr. Douglas Toal, microbiologista clínico e especialista em saúde do MGB, “há boas evidências de que a suplementação oral de colágeno melhora a saúde da pele”. Estudos revelam que o hidrolisado de colágeno (um tipo específico de colágeno) é absorvido no trato gastrointestinal e, após a digestão, circula no sangue e pode se acumular na pele.

Então, essa é uma boa notícia para os amantes do colágeno! Porque no caso de muitos outros suplementos, mesmo a famosa curcumina, existem algumas dúvidas sobre a verdadeira forma como são absorvidos e distribuídos a diferentes áreas do corpo.

Qual é a diferença entre colágeno em pomada e a suplementação oral?

De acordo com nossos especialistas, as versões tópicas de colágeno também podem ser eficazes, mas são mesmo só uma solução de curto prazo e nem sempre penetram bem o suficiente para acessar as camadas mais profundas da pele. “As formas orais, por outro lado, são projetadas para aumentar a produção natural de colágeno do corpo, para que ele possa se fortalecer e construir colágeno na camada dérmica. A suplementação oral ajuda a fornecer aminoácidos específicos, que são considerados os blocos de construção da síntese de colágeno. Isso só acontece quando o colágeno é obtido através de suplementação oral”, explica Rob Maru.

Dra. Dendy Engelman, premiada cirurgiã dermatologista de Nova York, que conhece bem tudo sobre pele e envelhecimento, concorda com ele. Ela explica que as preparações em pomada ajudam como uma solução rápida, mas suplementos alimentares orais ajudam estruturam da pele de dentro para fora porque reforçam a produção de colágeno natural do corpo ao serem absorvidos através da corrente sanguínea e atingirem as camadas subjacentes em primeiro lugar, oferecendo uma solução de longo prazo.

O que mais está no meu pó de colágeno e por que?

Se você já quis experimentar um novo suplemento, pode ter se deparado com o momento em que está de pé no corredor, sem ação, ou navegando infinitamente por páginas da Amazon e tentando decifrar algo entre diferentes marcas, se perguntando por que alguns têm ingredientes adicionais e outros não. No entanto, quando sabemos de antemão exatamente o que estamos procurando, podemos evitar essa situação. Então, um par de ingredientes que você pode ver em seu pó de colágeno são Vitamina C e o Ácido Hialurônico:

1. Vitamina C

A Vitamina C desempenha um papel importante na formação de colágeno no corpo e é uma molécula vital para a saúde da pele. Ao que tudo indica, está contida nestes suplementos para dar à produção de colágeno natural do corpo um impulso adicional.

orange-1995056_12802. Ácido hialurônico

O ácido hialurônico é outra molécula encontrada na pele que funciona para mantê-la espessa e bem hidratada. Infelizmente, como o colágeno, a sua produção diminui à medida que envelhece. De acordo com a Cleveland Clinic, não há muita pesquisa sobre o quão eficaz a suplementação do ácido hialurônico realmente é, mas “apresenta uma promessa de tratar a pele contra o envelhecimento” e por isso você o verá frequentemente na lista dos ingredientes.

Nem todos os suplementos de colágeno são produzidos da mesma forma

Se você chegou até aqui e decidiu que talvez queria dar ao colágeno uma chance, procure uma marca com uma boa reputação e bom histórico – ou consulte um médico holístico para uma recomendação. As melhores fontes de colágeno são aquelas que foram utilizadas em estudos de investigação e cuja segurança e eficácia foram avaliadas. A Dra. Eva Selhub, médica e especialista de saúde do MGB, recomenda aos seus pacientes interessados em colágeno que procurem um suplemento com colágeno de peixe hidrolisado (colágeno marinho), que tem sido objeto de muitos estudos de investigação. A forma favorita do Dr. Cole é também o colágeno marinho de peixe selvagem, mas ele também instrui seus pacientes a procurarem por peptídeos de colágeno orgânicos, alimentados com capim, se estiverem em busca de outras fontes.

É importante ressaltar que o colágeno é encontrado apenas em produtos de origem animal, por isso não há opções de suplemento de colágeno vegano e devemos sempre procurar por um que seja extraído de forma ética. Para todos os veganos, Rob Maru oferece a alternativa de “basear-se em plantas que possuem blocos de construção de colágeno, como a Vitamina C e aminoácidos específicos como glicina, prolina e lisina”. Isto não é o mesmo que basear-se diretamente no colágeno em pó, mas funciona para apoiar o colágeno natural do corpo de uma maneira ligeiramente diferente. Quão eficazes são essas opções veganas? Não temos uma tonelada de provas, mas algumas pesquisas apoiam a ideia de que essas alternativas podem ajudar a combater o envelhecimento da pele e auxiliar na produção de colágeno.

Eu realmente preciso usar o suplemento de colágeno?

Complementar com colágeno tem a ver com a preservação da integridade estrutural e da elasticidade da derme. Mas existem outras maneiras de fazer isso? A resposta parece ser sim, existem muitas maneiras de proteger a nossa produção de colágeno natural sem suplementos.

1. Desconfie de danos causados pelo sol

Exposição prolongada à luz UV pode acelerar dramaticamente o envelhecimento da pele por danificar e esgotar colágeno e ácido hialurônico.

2. Controle inflamações

Sabe-se que uma dieta rica em açúcar, estresse crônico, interrupção do ritmo circadiano do cortisol, tabagismo e outras atividades inflamatórias alteram o colágeno – seja por desorganização das fibras, degradação ou interferência na produção. Conseqüentemente, evitando ou limitando a exposição a estes hábitos é uma boa maneira de proteger sua pele a partir de mudanças no estilo de vida.

sunblock-skincare-healthy-skin-heart-1616083. Lembre-se: sua pele é um reflexo de sua dieta

Enquanto a maioria de nós está totalmente inspirada pela ideia da beleza de dentro para fora, talvez não percebamos exatamente quanto poder nosso estilo de vida tem sobre a saúde da nossa pele. De acordo com o Dr. Toal, “a pele é um reflexo da dieta, portanto, a pele saudável é influenciada por vitaminas, antioxidantes, ácidos graxos saudáveis e proteínas hidrolisadas”. Sendo assim, uma dieta amigável com a pele é uma das melhores decisões a serem tomadas por você se quiser proteger seu colágeno. Mas o que você deve comer, exatamente?

4. Concentre-se em antioxidantes e alimentos ricos em enxofre

Primeiro, devemos nos concentrar nos antioxidantes. Segundo a Dra. Engleman, consumir Vitamina C e outras frutas e vegetais ricos em antioxidantes irá proteger o seu colágeno. Ela também recomenda comer nossa parcela justa de alimentos ricos em enxofre. Acontece que o enxofre é importante para a síntese de colágeno também, e insuficiente consumo dessa substância pode levar ao envelhecimento prematuro da pele. Alimentos ricos em enxofre incluem vegetais crucíferos, legumes, nozes e alho, além de ovos e outras proteínas como peixe, carne e frango.

Decidindo se o colágeno é ideal para você

E então, você deveria tomar um suplemento de colágeno? Entendemos que, mesmo com todas essas informações, pode ser difícil se decidir. E, infelizmente, não podemos responder a esta pergunta para você. É importante perguntar-se quais são seus objetivos de saúde e se um suplemento de colágeno é algo que você está disposto a adicionar ao seu regime em busca de bem-estar.

Dito isto, não parece haver quaisquer riscos reais para a tomada de colágeno – por isso, talvez seja mais garantido que você faça um experimento para notar quaisquer alterações na sua saúde e na qualidade da sua pele. Com qual idade você deve começar a suplementar? É difícil dizer, mas sabemos que depois dos vinte anos a pele reduz a produção de colágeno em 1% por ano. Vamos deixar a matemática com você.

 

Edmar Borges

Um latino-americano sem dinheiro no banco nem parentes importantes, graduando em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto e vindo do interior de Minas Gerais. Você também me encontra no Obvious Lounge e no Medium Brasil.

Comentar

Cadastre-se

Assine nossa news!



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.