Revista Mandala

Uma forma simples de resolver conflitos

Um dos maiores desconfortos que alguém pode carregar é a “dúvida”. Enquanto não sabemos para que caminho seguir, no mínimo duas partes dentro de nós estarão brigando, tentando convencer de que uma é melhor que a outra.

Compartilhar

É muito comum ouvir alguém falando, ou nós mesmos, diante de uma dúvida:

Estou com dificuldade em decidir se faço X ou Y.

Você já esteve nesta situação?

Um dos maiores desconfortos que alguém pode carregar é a “dúvida”. Enquanto não sabemos para que caminho seguir, no mínimo duas partes dentro de nós estarão brigando, tentando convencer de que uma é melhor que a outra. E assim passam minutos, horas, dias… ou anos… e nada acontece.

Muitas pessoas paralisam diante da dúvida. Quando vêem o tempo passou.

É como se estivéssemos em uma bifurcação para irmos a um lugar muito importante, mas não temos certeza de qual é o caminho que nos levará até o objetivo.

E ali ficamos olhando para as duas possibilidades e a vida vai passando.

– Na dúvida… não tome a decisão. Isto é o que ouvimos.

Mas como sair da dúvida?

A disciplina da neurociência chamada Programação Neurolinguística nos ensina uma estratégia fantástica e simples. Às vezes o conflito é entre 2 ou 3 ou 4 partes. Vou ensinar a estratégia para conflitos entre 2 partes, e depois você poderá usar para quantas partes tiver, pois a estratégia será a mesma.

– Quer aprender? Siga o passo a passo:

Liste suas dúvidas, seus conflitos: Ex: Compro a ou b / ou Faço x ou y / ou Vou para lá ou para cá.

Pegue um destes conflitos e vamos dar atenção a ele.

Ex: Faço x ou y.

  1. Sente-se confortavelmente e apoie as mãos sobre as pernas, separadamente, com as palmas para cima.
  2. Escolha intuitivamente, somente para este exercício, em qual das mãos você colocará X e em qual colocará Y. Mantenha-os nestas mãos “simbolicamente”.
  3. Olhe para as mãos como um Observador que observa algo do alto de uma montanha.
  4. Olhe para X. Como X se apresenta? Como se comporta. Que símbolo representa esta parte? Ou som, cor, aroma… acolha o que vier sem julgamentos. Pode desenhar ou apenas pensar.

– Imagine que você pode entrar em X para conhecê-la com mais atenção e respeito.

– Pergunte a esta parte: Qual a sua Intenção Positiva? O que quer de bom? Qual seu propósito positivo?  Registre. Às vezes a resposta vem rápido, às vezes vem somente sensações… e depois se esclarecerá. Fique tranquilo.

  1. Agradeça e peça para aguardar um pouco que já irá voltar a atenção para ela.
  2. Olhe para Y. Como Y se apresenta? Como se comporta. Que símbolo representa esta parte? Ou som, cor, aroma… acolha o que vier sem julgamentos. Pode desenhar ou apenas pensar.

– Imagine que você pode entrar em Y. Conhecendo-a com mais atenção e respeito.

– Pergunte a esta parte: Qual a sua Intenção Positiva? O que quer de bom? Qual seu propósito positivo?  Registre. Às vezes a resposta vem rápido, às vezes vem somente sensações… e depois se esclarecerá. Fique tranquilo.

  1. Agradeça e peça para aguardar um pouco que já irá voltar a atenção para ela.
  1. Da Posição de Observador: Perceba se cada parte reconhece e aceita a intenção positiva da outra. Isto não significa que cada parte tenha que aceitar o método com o qual a outra parte busca satisfazer a intenção positiva, nem significa que cada parte tenha que chegar a um acordo com sua posição.

Apenas se cada uma reconhece a importância da intenção positiva uma da outra. Agradeça.

  1. Obs: Se houver alguma objeção – localize-a e pergunte: – Qual a intenção positiva? Reconhecê-la como importante também. E agradeça.

Reconheça que todas partes são ou foram úteis em algum momento.

  1. Então diga às partes: Vocês, junto com a Mente Sábia, ou Com a Criatividade, ou com Deus ( de acordo com a sua crença) precisam explorar Alternativas Construtivas para alcançar estas intenções (em vez de produzirem conflito).

Isso pode incluir uma mistura de duas escolhas existentes, mas deve incluir pelo menos uma alternativa que é completamente DIFERENTE das duas em conflito.

  1. Imagine uma ponte que liga X a Y: Peça para as duas mãos se olharem e irem calmamente se aproximando para esta ajuda mútua, esta integração… (pausa)

Sinta o magnetismo das mãos… observe sem julgamento este momento

  1. As partes se encontram em frente ao coração, permitindo calmamente a integração.

Sinta em seu corpo e mente o resultado deste movimento. Aceite as emoções.

– O que surge? Palavras ou uma imagem que represente este momento.

  1. Perceba qual escolha ou combinação de escolhas será mais satisfatória, mais efetiva e ecológica, neste momento de sua vida?
  2. Ponte ao Futuro – Visualize: como ficará a partir de agora essa situação?

Faça de conta que isto já está acontecendo agora. E agradeça todo processo.

Volte para o Presente.

Pode acontecer que as partes sugiram dar um tempo para maturar a decisão, pois necessita digerir, organizar o que foi integrado neste exercício. Nesse caso, exercite a CONFIANÇA:

– Eu acredito que está tudo se encaminhando para o melhor! Eu confio na sabedoria que aqui foi despertada! Eu Agradeço e aguardo com serenidade!

Obs: Algumas vezes um conflito pode envolver mais partes. Neste caso você pode expandir a técnica para incluir as três ou integrá-las duas a duas.

É bem comum acontecer, que o simples fato de colocar cada parte separadamente em cada mão, observando com atenção amorosa, sem julgamento… uma das mãos fica mais clara, ou leve, ou a pessoa sente nitidamente qual deve seguir.

Se deixar tudo misturado dentro da mente, gerará confusão. Necessitamos deste tempo. Repita esta vivência várias vezes. O cérebro também aprende por repetição… assim estará ensinando sua mente a resolver dúvidas mais facilmente.

Aproveite e pratique. Envie seus comentários para acompanharmos os resultados. Havendo dúvidas, entre em contato pelo telefone (41) 99903-8519. Através desse número podemos enviar a você áudios gratuitos com dicas preciosas para o bem-viver. Aproveite!

 

Experiência não é aquilo que acontece a você, e sim o que você faz com o que lhe acontece.                                          

                                                        Aldous Huxley

Vania Lucia Slaviero

Vania Lucia Slaviero é Trainer em Programação Neurolinguística Sistêmica, Pedagoga, Especialista em Antroposofia, Neuroaprendizagem, Yoga Terapia, Consciência Psicocorporal e Qualidade de Vida Integral. Presidente do Instituto Educacional De Bem com a Vida.

comentários

Assine nossa news!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.